rp00j002y_angle2

Você pode escolher um relógio a quartzo, e trocar a bateria a cada 5 anos, ou então comprar um relógio mecânico e dar corda ou carregar com o movimento do braço todo dia. Mas essas não são as suas únicas opções. Existem duas formas de armazenar energia que procuram juntar o melhor dos dois mundos.

Kinetic

A Seiko, mesma empresa que revolucionou o mundo com o primeiro relógio a quartzo de série, criou esse movimento especial, chamado kinetic. O mecanismo é muito similar aos de quartzo mas, em vez de uma bateria simples, que esgota e precisa ser trocada em alguns anos, o relógio conta com um mecanismo de peso, similar aos mecânicos automáticos, que, conforme ocorre a movimentação natural do braço ao caminhar, faz com que uma bateria especial seja recarregada. Veja o site oficial do Kinetic.

Com diversos modelos de opção, a bateria consegue armazenar energia suficiente para 6 meses de funcionamento, caso você nunca use o relógio. Isso é muito tempo, comparado aos relógios automáticos mais comuns, que armazenam energia por cerca de 40 horas.

Eu tenho um relógio kinetic que uso regularmente (veja na Amazon). Apesar de ser muito bonito, uma coisa me incomoda: o peso faz um pequeno barulho e é possível perceber um resistência, parece que alguma coisa “arranha” quando ele está balançando. Definitivamente não tem a suavidade de um mecanismo suíço em movimento, é até mais rude do que os movimentos no famoso Seiko 5.

Solar

Com o crescimento do interesse em energias renováveis, algumas marcas lançaram relógios que conseguem utilizar a luz solar para recarregar as suas baterias.

Uma das dificuldades em criar relógios com essa vantagem era a falta de beleza nas placas captadoras, mas a Citizen se tornou uma das maiores especialistas em criar mostradores de relógio capazes de captar a luz necessária, sem perder nada em beleza. Criou-se então a famosa linha Eco-Drive. Hoje em dia, é quase impossível perceber se o dial é captador de luz solar ou não.

Além disso, a Citizen otimizou seus mecanismos para funcionarem com luz artificial, além da solar, o que torna tudo ainda mais prático. Uma carga completa chega a durar 5 anos!

E agora a marca quer tornar popular essa opção de bateria solar e, junto com alguns outros detalhes, criou uma linha de relógios “eco friendly”, de baixo custo, que lembram muito a linha original da Swatch.

Custando 40 dólares, e sem taxa de entrega para o Brasil, os modelos podem ser conferidos no site criado especialmente para a linha Q&Q SmileSolar Series.